6 motivos para fazer um intercâmbio em Cork, na Irlanda

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Você, que sonha estudar no exterior, já pensou em fazer um intercâmbio em Cork, na Irlanda? Ainda que esse não tenha sido um dos primeiros destinos que passaram pela sua mente, há muitos motivos para escolher a cidade para o seu intercâmbio.

Cork fica a sudoeste do país e vem conquistando grande popularidade quando o assunto é destino de intercâmbio. Muitos estudantes a veem como uma boa alternativa em relação a Dublin, por exemplo, quando decidem viajar para a Irlanda.

Se você já escolheu a Irlanda, mas ainda está em dúvida quanto à cidade, listamos abaixo seis motivos pelos quais você deveria ir para Cork. Confira!

1. Imersão cultural

Apesar de receber muitos estudantes do mundo todo, Cork ainda conserva características de uma cidade pequena, o que significa que grande parte da cultura local é preservada. Isso permite uma vivência de imersão total na cultura irlandesa.

Por ser um destino relativamente novo entre os intercambistas, é possível praticar muito mais seu idioma. Em Dublin, por exemplo, as chances de ouvir português pelas ruas é grande, enquanto que em Cork você vai ouvir praticamente só o inglês.

Não estamos dizendo que você não encontrará brasileiros pelo caminho, mas o maior contato será com os habitantes locais. Por que não aproveitar para praticar o inglês e conhecer fatos curiosos da história do lugar?

2. Trabalho e estudos

Muitos intercambistas optam por cursos mais longos para aprimorar o inglês. O bônus dessa escolha é a possibilidade de trabalhar durante a estadia. Além de ajudar a bancar os estudos, você ainda tem uma experiência no mercado internacional.

Cork oferece muitas oportunidades de trabalho. Os cargos são os mais variados e há empresas que buscam profissionais fluentes em outros idiomas — até mesmo o português — para atender a determinado público. Sem falar na qualidade do ensino!

Isso prova que a cidade pode ser o encontro ideal entre a oportunidade para você expandir seus conhecimentos e a construção de uma carreira mais sólida.

Entretanto, lembre-se de fortalecer a sua rede de networking, que poderá contribuir para conquistar uma vaga no exterior ou mesmo no Brasil, quando voltar. Fazer amizades durante o intercâmbio também pode levá-lo a conhecer pessoas com histórias incríveis. Você só precisa estar aberto a se aproximar dessas pessoas.

3. Muitas opções de turismo

É claro que um intercâmbio não é uma viagem estritamente voltada aos estudos. Nas horas vagas, principalmente aos finais de semana, você pode aproveitar para conhecer lugares novos. Afinal, a maior parte dos países europeus oferecem opções acessíveis de deslocamentos internos.

Em Cork, você terá a possibilidade de conhecer boa parte da Irlanda e também alguns outros países vizinhos. Do aeroporto da cidade, saem voos para Londres e Amsterdã, por exemplo. Dentre os destinos internos, está a simpática cidadela de Kinsale.

As companhias aéreas que operam por lá costumam oferecer um ótimo custo-benefício ao viajante. Turistar pelos países próximos vai ser a primeira grande oportunidade de pôr seu inglês à prova antes mesmo de voltar ao Brasil.

4. Segurança

Um dos critérios naturais ao escolher a cidade para o seu intercâmbio é a preocupação com a segurança da região, já que estar vulnerável em um país que você não conhece pode ser muito pior do que em seu próprio país.

Contato Agências Intercâmbio WEST 1Powered by Rock Convert

Se você sofre com essa insegurança e quer evitar riscos durante seu intercâmbio, escolha Cork. Em termos gerais, a Irlanda apresenta baixos índices de violência quando comparada a outros países, como o Brasil.

A cidade tem ruas monitoradas e um bom sistema de segurança. A incidência de “batedores de carteira que gostam de atacar estrangeiros” e vândalos é bem pequena.

5. Hospitalidade

Apesar da fama de “frieza” do europeu, de modo geral, os nativos da cidade costumam ser bem hospitaleiros com os visitantes. Em Cork, respeito é a palavra-chave e você dificilmente sofrerá algum tipo de preconceito por ser estrangeiro.

As pessoas costumam ser muito receptivas por lá. Ao pedir ajuda para encontrar uma rua ou um local, por exemplo, é bem pouco provável que você fique desamparado. Muitas vezes, você nem vai precisar pedir informação: só de te ver parado com um mapa nas mãos já pode ser que alguém decida ajudá-lo.

Com isso, não estamos querendo dizer que você será maltratado caso opte por uma cidade maior, mas a vantagem das cidades pequenas é exatamente a cultura tradicional e a simplicidade das pessoas, que costumam acolher os visitantes.

Vale uma comparação parecida com a que acontece entre as nossas capitais e as cidades do interior. As chances de fazer amizade na vizinhança crescem à medida que o tamanho da cidade diminui.

6. Turismo local

Além de conhecer outras cidades e países europeus, Cork apresenta diversas atrações locais. Se você gosta de badalação, certamente vai curtir a vida noturna da cidade.

Com festas e pubs típicos, a noite costuma ser bem agitada. Enquanto sai para beber algo, você poderá conhecer pessoas de várias partes do mundo.

A cidade também abriga o Blarney Castle, local onde há uma pedra mágica que promete conceder o dom da eloquência àqueles que a beijarem de ponta cabeça. Se você se atrai pelo universo místico e misterioso, esse é um ponto de parada obrigatório.

Se o seu negócio é natureza, a cidade oferece o Fitzgerald’s Park. Nas dependências do parque, também está localizado o Cork Public Museum. Já se o que você quer é experimentar novos sabores, vá ao The English Market.

Isso sem contar a facilidade nos deslocamentos internos. Cork possui linhas de ônibus que levam a diversos pontos da cidade, além da possibilidade de deslocar-se a pé para a maior parte dos lugares, uma vez que as distâncias costumam ser pequenas.

Já que intercâmbio não é só curso de inglês, por que não escolher uma cidade que também ofereça uma experiência cultural completa? Um intercâmbio em Cork pode trazer isso e muito mais. Para isso, basta estar aberto a vivenciar de fato a cultura local.

Se você gostou do post, mas ainda anda meio preocupado com o investimento financeiro necessário para fazer sua viagem, baixe agora mesmo o nosso guia de custos de intercâmbio na Irlanda e tire todas as suas dúvidas!

 

[contact-form-7 id=”297″ title=”Receba as novidades do blog”]

Você também pode gostar

Deixe um comentário